segunda-feira, 26 de Abril de 2010



Invertebrados


Os parasitas que todos nós conhecemos desde as ténias, ás lombrigas são endoparasitas Estes parasita que vivem no interior do hospedeiro, alimentando – se directamente dos seus tecidos e capturando algum alimento ingerido, os endoparasitas têm normalmente, um complexo ciclo de vida envolvendo mais que um hospedeiro. Existem dois tipos de parasitas o primeiro chama –se platelmintas –são os mais simples de todos os animais com simetria bilateral. Têm corpos sólidos, sem cavidades internas ou celomas – são acemolados – e não possuem sangue, nem sistema circulatório, nem órgãos respiratórios especializados para proceder as trocas gasosas também chamadas por hematose pulmonar. Os platelmintas, como os tremetodes e cestodes, são na maioria parasitas. No entanto, muitos têm vida livre e abundam tanto em habitats de água doce como marinhos, em especial em costas rochosas e recifes.A segunda espécie são os nematodes, de corpo vermiforme cilíndrico, são dos animais mais abundantes no mundo. Podem ter vida livre ou ser parasita. As formas parasitas, entre as quais lombrigas, oxiuros, filarias e triquinas, vivem no interior de muito tipos de plantas ou animais e algumas causam doenças graves. Os nematodes de vida livre também se encontram em muitos habitats aquáticos, incluindo os pequenos lençóis de água subterrâneos. Os corpos cilíndricos e afilados, não são segmentos o que acontece com os platelmintas. Possuem uma cutícula complexa que é mudada 4 vezes desde a eclosão até á maturidade sexual. Todos estes parasitas são muito perigosos para os seres humanos, levando por vezes á morte do indivíduo e provocando deformações congénitas nos tecidos da pele.
Parasitas

Peixes

Os peixes são os seres mais primitivos da terra, pois foram eles os primeiros animais com coluna vertebral a aparecer e constituem de longe o mais vasto grupo de vertebrados. No entanto, os peixes não formam um grupo natural, como acontece com as outras grandes divisões dos vertebrados, mas sim uma colecção informal de 4 classes apenas remotamente relacionadas. Um peixe típico respira por brânquias, tem o corpo coberto de escamas e é heterotermico. A maioria das espécies vive em agua doce ou salgada, mas algumas espécies frequentam ambas.

Aves

As aves são os animais mais perfeitamente adaptados ao voo. A sua capacidade de voar permitiu – lhes espalharem – se por todo o mundo, ocupando regiões inacessíveis a muitos outros animais, como ilhas remotas da Antártida. Como os mamíferos as aves são animais endotermicos( capacidade de regular a sua temperatura corporal). Contudo ao contrário dos mamíferos, põem ovos. As aves possuem várias adaptações que lhe permitem voar, como as asas e as penas, um esqueleto leve mas resistente e um sistema respiratório extraordinário e muito eficaz.

Repteis

São vertebrados ovíparos com a pele revestida por escamas, são animais heterotermicos (incapazes de regular a sua temperatura corporal). Existem 4 ordens de repteis: Os escamosos (serpentes, lagartos e anfisbenios) os crocodilos (crocodilo, caimão, aligator), os quelonios (tartarugas e cágados) e os rinocefalos (a tuatara da Nova Zelândia). A maioria dos répteis põe ovos em terra onde os jovens emergem completamente desenvolvidos, sem passar pela fase de larvar como acontece no caso dos invertebrados. Muitos destes répteis são predadores extremos e defensores extremos capazes de matar qualquer coisa que passe pelo seu caminho.

Várias espécies de animais



Os mamíferos

Os mamíferos são vertebrados mais conhecidos, alimentam as suas crias com leite materno produzido pelas glândulas mamárias. A maioria dá á luz jovens semelhantes aos adultos e, salvo raras excepções, têm o corpo coberto de pelos. Têm uma distribuição mais vasta e diversa em terra, mas também se colonizaram no ar e na água. O seu êxito deve – se á capacidade de controlar a temperatura corporal. São ainda extremamente adaptáveis, quanto ás condições ambientais, quanto ao seu comportamento psicológico: os primatas formam uma sociedade hierárquica com uma manada dominada por um macho, os machos jovens, as fêmeas e crias.

Habitat animal


Com cerca de dois milhões de espécies identificadas até à data, e ainda à espera de serem descobertas, os animais são os seres vivos mais diversificados do nosso planeta. Ao longo dos anos os animais têm vindo a evoluir, adaptaram - se a um mundo em fase de desenvolvimento e isto permitiu – lhes desenvolver diferentes modos de sobrevivência. Num extremo, incluem-se predadores velozes como tubarões, grandes felinos e aves de rapina. No seu conjunto, formam o reino animal - uma vasta colecção de seres vivos, ligados por uma biologia dominante no planeta Terra, ao qual o ser humano tem vindo a destruir drasticamente populações de animais e grandes áreas de florestas tropicais, recifes de coral e mangais, entre muitos outros habitats. Se isto não parar imediatamente no futuro não restará nenhum animal para contemplar a nossa bela Natureza. Nós temos que proteger o ambiente que nos rodeia e também os animais que lá vivem. Será que conseguimos explorar o meio ambiente sem o destruir?